Publicada em: 25 de setembro de 2017

Final do Movimiento a La Rienda é inédita com desempate entre o mesmo ginete

O tempo fechado, com uma chuva miúda, acompanhou, praticamente, toda a final do Movimiento a La Rienda neste sábado, 23 de setembro, na pista do Cavalo Crioulo no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio (RS). A competição promovida pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC), que já é tradicional em países como Argentina e Chile, consagrou como vencedor da categoria Profissional A o conjunto formado pelo ginete Marcelo Renato de Souza e o cavalo CAC Cajuru Dante. O prêmio foi de R$ 1,5 mil.

Souza, que veio de Rancho Queimado, Santa Catarina, conquistou a vitória após desempate entre os dois animais que comandou na categoria Profissional A e também ganhou a premiação de ginete destaque. Campeão na mesma categoria em 2016, afirmou que veio este ano com o compromisso de pelo menos andar bem e, ao mesmo tempo, sabia estar montando dois bons cavalos. “Graças a Deus tive a sorte de ser primeiro e segundo lugar, o que para mim foi o respaldo de um trabalho de cerca de seis anos no Movimiento a La Rienda, e é muito satisfatório”, destacou.

Para Leandro Amaral, um dos jurados desta final do Movimiento a La Rienda, a prova é muito importante por ser o encerramento de um ciclo e também porque classifica para a FICCC do próximo ano. Ressaltou, ainda, o nível muito elevado entre os competidores. “Nós tivemos aqui dois jurados da Argentina, Luis Nestor Bustos e Francisco Reys Castaneda, que tem a origem da prova, e que também acharam que o nível vem evoluindo muito: o dos ginetes e, principalmente, dos cavalos”, observou.

Na categoria Profissional B, Pablo de Oliveira no comando de Mapuche Heroína levou o título. Na Amador A, o vencedor foi Osmar Mosimann montando Enrosco da Mal Abrigo, enquanto na Amador B o primeiro lugar foi de Roberto Hawerroth montando Galanteador do vô Aldo. Na categoria Crioulos do Futuro, o lugar mais alto do pódio ficou com Reinaldo Kreusch, que montou NMJ Índia Guapa.

Confira o resultado

Profissional A

1º lugar
Marcelo Renato de Souza montando CAC Cajuru Dante
Nota: 55,5 (desempate)

2º lugar
Marcelo Renato de Souza montando Silêncio da Santa Angélica
Nota: 55,5 (desempate)

3º lugar
Ronaldo Kreusch montando Garboso do Recanto Crioulo
Nota: 53,5

Profissional B

1º lugar
Pablo de Oliveira montando Mapuche Heroína
Nota: 51

2º  lugar
Ronaldo Silveira  montando Mapuche Estanciera
Nota: 44

3º lugar
Eder Pires  montando Cristal da Corte de Limia
Nota: 42

Amador A

1º lugar
Osmar Mosimann montando Enrosco da Mal Abrigo
Nota: 46,5

2º lugar
João Gabriel Caetano da Silva montando Taipeiro do Morro Grande
Nota: 40,5

3º lugar
Leonardo Borge montando o RJ Alvoroço
Nota: 39,5

Amador B

1º lugar
Roberto Hawerroth montando Galanteador do vô Aldo
Nota:42,5

2º lugar
Thiago Antônio montando Dom Alberto Nazareth
Nota: 41

3º lugar
Daniel Dutra montando Gran Corazon do Tamboré
Nota: 41

Crioulos do Futuro

1º lugar
Reinaldo Kreusch montando NMJ Índia Guapa
Nota: 39,5

2º lugar
Bruno Marques montando Geada Forte do Setenta
Nota: 39

3º lugar
Odair Amaral montando Mapuche Kalanbron
Nota: 36

Divulgação: ABCCC – Foto: Felipe Ulbrich